Archive for Junho, 2006

re-tratamento

Lembro-me do nome de um cd bem conhecido dos Da Weasel. E lembro-me sem muito pensar, como se de um flash de uma trovoada se tratasse; aquele que vêmos rasgar o céu, nas noites frias de tempestade. Assim, de repente. Momentaniamente. E com a mesma clareza.
Lembro-me e penso no seu sentido. O porquê de um retratamento que se separa na mesma palavra mas que, no fim de contas, nos dá o mesmo significado.
É como quando conduzes a vida não sabes bem por onde. Segues o caminho que esperas ser o certo, e passo a passo, caminhas. Mesmo que nem te apercebas muito bem do que fazes. Que te iludas; ou então que a tua mente se engrace de uma clareza fantástica, e saibas descirnir o caminho da passagem. E conduzes…
É como o re-tratamento, que sem saber, sem querer, fez de um insignificado escrito um sentido simples de definir, quando ouvido. Porque o sabor do som das palavras nos sabe sempre bem melhor.
Pergunto-me se não devias então re-tratar-te. Se nessa pele que vejo não se sugou um ser bem melhor. E talvez nem precises de muito. Apenas de pôr um traço entre o faz de conta e o ser que me toca e que te toca.
E fazeres de ti um re-tratamento. Palavra que desconhecia um sentido concreto. E que letra a letra, lá arranjou uma definição. E do nada que significava, se tornou num tanto de imensidão…

Junho 27, 2006 at 8:54 pm 1 comentário

"marrar": acto de; pancada com os chifres!

É só impressão minha ou anda meio Portugal a estudar?! É o stress dos exames de acesso à faculdade; os exames da faculdade; a rapaziada que está já a acabar o curso… Este mês devia ser chamado de “queima-pestanas”, ou ser proclamado como o “mês-oficial-das-noites-mal-dormidas-e-não-eu-ontem-não-fui-pá-borga-mas-sim-estudar“. Definitivamente, este último soa bem melhor…
É que o “mês-oficial-das-noites-mal-dormidas-e-não-eu-ontem-não-fui-pá-borga-mas-sim-estudar” dá cabo de qualquer um. É o tal nervosinho que em muitos na hora se torna no nervosão… aquela parte da matéria que eu até sabia mas que, com a breca, me esqueci e logo agora… aquele exercício que argh
Mas pessoal, vamos a ter calma! As coisas vão acabar feitas, mal ou bem! Ou seja, se tiver que dar para o torto, que acabem mal para os outros!! (eu e as minhas piadas…)
Portanto, pessoal, moral da coisa: eu tinha que postar qualquer coisa, e como não me fluia nada, pronto, escrevi isto.
Tenham um bom dia, foi o …aqui escreves de hoje!
E bom, depois deste post tenho a certeza que perdi quatro dos seis leitores do meu blog. Mas o próximo será melhor. Acho. Quer dizer…

Junho 24, 2006 at 2:05 pm 1 comentário

A minutos de…

É mais do que normal. A esta hora, minutos antes de Portugal jogar bem longe, lá em Gelsenkirchen, milhões se prendem por cá. Aqui, na terra do quase nada, neste jardim desflorido à beira-mar plantado, tudo pára. Tudo, por essas rosas, malmequeres e cravos, que lá fora, bem longe daqui, vão mostrar as cores bem pintadas que têm.
São o orgulho nacional. Aquilo que dizemos não ser capazes de fazer, eles, lá fora, mostram como sê-lo. E não é preciso muito. É vestir a camisola e senti-la…
Por cá, por estes lados, a minutos de tudo começar, tudo está parado. Mesmo que o jogo seja a feijões. Mesmo que os oitavos já estejam alcançados. Tudo pára. Mas depois, depois do orgulho sentido, depois das emoções deste jogo, saibamos ser o jardim que lá fora nos representa de forma colorida! Por aqui, também aqui, podemo-nos sentir orgulhosos pelo que somos. É só preciso vestir a camisola de cada um. E senti-la…
Porque afinal, estamos a minutos. A minutos de um jogo, que depois dos noventa regulamentares, terá prolongamento. E aí, somos todos nós a entrar em campo…

Junho 21, 2006 at 1:39 pm 1 comentário

Depois da pausa…

Bem sei que há muito que aqui não escrevo. Sei também que, mais mês, menos mês, voltarei a fazer uma pausa no blog. Afinal estamos no Verão, e depois dos exames a única coisa que me vai ocorrer pela mente é: ir de férias, catano!!
Mas até lá ainda falta. Ainda há tempo para aqui escrever. E entre o stress das próximas semanas e a calma que em muitos momentos irei encontrar, haverá tempo para aqui voltar com as minhas teorias… Eh, eh, eh…
Mas agora estou exausto! As “obras” no blog deixaram-me k.o.. Por isso digam-me se gostam do novo aspecto e da alteração no nome do blog. Ou então não me digam nada e ignorem-me!!
Enquanto isso, eu vou até ali fora que me estão a chamar….

Junho 19, 2006 at 10:41 am 1 comentário

obras!

…blog em obras!

Junho 14, 2006 at 12:10 pm 1 comentário


Junho 2006
D S T Q Q S S
« Mar   Jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Fresco, fresquinho!

Estatísticas...

  • 6,624 + (10700, no Blogger...)