Archive for Agosto, 2007

À labuta!

Simplesmente, de volta.
É assim que recomeço a escrever nas entrelinhas da minha folha de papel virtual que me leva ao teu encontro, agora que regresso da pausa esperada, dos ares da ‘minha’ terra, da minha gente que me acolhe ano após ano. De volta à cidade, ao redesenhar projectos e imaginar realidades. À vida do agora; ao que me espera tornar diferente e que mais tarde ou mais cedo se irá escrever numa das algumas páginas já escritas da minha vida.
Retorno a escrever. Ou melhor, continuo. Na verdade, o blogue nunca esteve parado. E a minha imagem na tua cabeça, tu que lês este ‘estaminé’, é sempre a de alguém que se esconde atrás de umas palavras que vão compondo os textos. E se não fui eu quem escreveu no último mês, foi quem diáriamente escreve em mim palavras de sedução, sejam elas de sentimento ou simples divagar. Obrigada Claudia…
Quanto ao blogue, aos projectos e ao sei lá o quê, esses virão pouco a pouco. Carpe diem, já o outro dizia!
ps.: o post ’tá lamechas, eu sei. Mas porra, vim de férias: os miolos ainda estão a marinar! E à malta que veio aqui ao engano porque o blogue saiu hoje no caderno soluções da Exame Informática, não se assustem. A coisa não costuma ser assim tão preta. Vá, rossa o castanho escuro. E nos dias mais amaricados como hoje, dá-se-lhe ares de cor-de-rosinha tipo equipamento do Benfica. Tal e qual: a coisa fica má, mas alenta-me sempre saber que não sou o único a fazer figuras tristes! Sem ressentimentos… lolada!

Agosto 21, 2007 at 6:32 pm 4 comentários

.Despedida da ‘C.S.’

Era uma janela aberta… para o Mar. Sempre soube, ao olhar para a sua imensidão, naqueles instantes, que quanto menos pessoas que se identificassem comigo eu conhecesse… mais única Eu era. Mais especial e tão menos importante.

Depois apenas me restava a recordação. Uma memória. Um suspiro e uma inspiração. Ou a ausência de tudo isso,que se fazia sentir como o arranhar da chuva na pele, num dia de temporal.

Sempre achei que o Mar não podia ser azul. Nem nunca caí na história de ser um reflexo do céu. Tantas vezes ele estava cinzento,branco,incolor… e a maré continuava a ir e vir, alta e baixa, mas sempre naquele tom azul esverdeado, como que mágico. Era de facto uma magia que o coloria. O céu, será que existe sequer?

Apenas um início de algo sem lógica. Totalmente sem lógica.
E pra me ‘despedir’… o autor deste blog está de volta.
É esquisito…estava com saudades do autor do blog, mas até já me estava a habituar a tratar este blog como se fosse meu! Lol..
Até Sempre!*
‘a C.S.

Agosto 19, 2007 at 10:34 pm 1 comentário

.Pegadas Na Areia / E Então… .


… e assim um ponto nos separa. Um ponto em frente ao horizonte onde em tempos nos encontrámos, nesta encruzilhada louca da vida, neste jogo sem regras, apenas as que nos impõem. E então fomos contra essas mesmas regras e então fomos aquilo a que têm a mania de chamar ‘felizes’. Por instantes encontrámos aquilo que tão incessantemente procuram, a chamada e tão aclamada ‘Felicidade’, que de ser tão esperada cansou-se e foi ao encontro deles, mas eles não deram por nada. E então começou, e então acabou. Mas então recomeçou e voltou a acabar. Porque então éramos crianças e não tínhamos medo de arriscar, de mergulhar – porque, então? Ainda não teríamos sofrido aquelas mazelas, ainda não teríamos o que temer. Porque então não deixámos que o Horizonte fosse o nosso limite, fomos até ele e mais além. E percorremos os horizontes de todos os Mundos, o que existe e os q dizem existir. E ainda aqueles que não existem. E então, que restou?

Meros pegadas na areia.

Mas então o Horizonte continuou lá… apenas deixaste que ele se tornasse no nosso limite.

Então aquele mar mansamente bravo continuou a beijar a areia, sem cessar, e essa, também ela, continuou a receber os beijos do mar. Esses sim, serão dois eternos amantes. Aquele fim de tarde parou no tempo.

E então?…

Resolvi postar este meu texto, que já fiz aqui há uns mesitos, porque o Nuno adorou-o … e aqui o poço de todo e qualquer talento e imaginação … acho que secou…

~’a C.S.‘~

Agosto 14, 2007 at 1:14 am 1 comentário


Agosto 2007
D S T Q Q S S
« Jul   Set »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Fresco, fresquinho!

Estatísticas...

  • 6,624 + (10700, no Blogger...)